Migrando o mailbox para o Microsoft Exchange Online – BPOS – Microsoft Business Productivity Online Standard Suite / Microsoft Online Services

 

Migrando o mailbox para o Microsoft Exchange Online

A próxima etapa que iremos realizar é a migração do Mailbox on premises para o Microsoft Online Services. Para isso, iremos instalar a ferramenta de migração (realizamos o download em outro artigo através de https://admin.noam.microsoftonline.com/Migrate/ApplicationDataMigration.aspx). Realize o downlod da ferramenta compatível com a sua plataforma e inicie a instalação.

image

Figura 1: Iniciando a instalação da ferramenta de migração de mailboxes on premises para o Microsoft Online.

Termos de licença. Clique em Next.

image

Figura 2: Termos de licença.

image

Figura 3: Local para instalação.

Após especificar a localização da instalação, clique em install.

image

Figura 4: Instalação sendo executada.

image

Figura 5: Instalação concluída.

Basta acessar a console de administração para iniciar a migração. Conforme abaixo:

image

Figura 6: Caminho para acesso à console de administração para migração.

image

Figura 7: Iniciando o processo de logon na console de administração.

image

Figura 8: Logon realizado com sucesso.

A ferramenta de migração apresenta duas áreas: uma que informa os mailboxes do Exchange on-premises que podem ser migrados e outra que apresenta uma infra-estrutura para migração de mailboxes POP/IMAP.

image

Figura 9: Opções da ferramenta de migração.

Nesse momento, estamos tratando da migração de mailboxes do Exchange on-premises em um ambiente de coexistência. Como exemplo, vamos iniciar o processo de migração de um mailbox. Para isso, vamos acessar guia Mailboxes Ready to Migrate. Notem que somente dois mailboxes são listados, que são extamente aqueles que tiveram suas contas ativadas anteriormente em nossos exemplos. Iniciaremos a migração do nosso saudoso Picafumo Power:

image

Figura 10: Mailboxes que estão prontos para serem migrados.

Para iniciar a migração basta clicar com o botão direito do mouse e em Migrate Mailboxes.

image

Figura 11: Iniciando a migração do mailbox.

Um assistente é aberto para a migração do mailbox.

image

Figura 12: Assistente de migração do mailbox.

A tela seguinte oferece a opção de cópia ou não do conteúdo do mailbox. Iremos copiar o conteúdo do mailbox.

image

Figura 13: Opções para migração do mailbox.

O assistente faz um cálculo dos mailboxes que estão com a especificação de cota acima da permitida no Exchange Online.

image

Figura 14: Assistente calculando o tamanho dos mailboxes.

Como não há mailboxes que violam o tamanho do Exchange Online, a mensagem abaixo é exibida. O erro pode ser desconsiderado. Essa mensagem também pode também ser apresentado caso problemas de conexão com o Microsoft Online Services ocorra.

image

Figura 15: Mensagem alertando que não foi possível listar os mailboxes que violam o tamanho do mailbox do Exchange Online. Mensagem pode ser exibida quando problemas de conexão possam estar ocorrendo com o Microsoft Online Services.

Na próxima tela, pode ser escolhido quais são os itens do mailboxes que será migrado. Poderia ser especificada uma janela de tempo que os itens serão migrados. Iremos migrar todos os itens.

image

Figura 16: Especificando que todos os itens serão migrados.

Tela final com um resumo sobre a migração. Basta clicar em Migrate para iniciar a migração.

image

Figura 17: Tela de resumo da migração.

image

Figura 18: Migração iniciada.

A migração do mailbox foi concluída com sucesso.

image

Figura 19: Mailbox Migrado com sucesso.

Após a migração, podemos remover o foward do mailbox que já foi migrado. Note que o Migration Status está como Migrated, após a migração ser concluída.

image

Figura 20: Status do mailbox após a migração ser concluída.

Com o botão direito do mouse, podemos realizar certos trabalhos com o Maibox. Um deles seria somente remover o foward para o Online Services, fazendo com que os e-mails que são destinados no ambiente On-Premises não sejam mais encaminhados para o ambiente do Microsoft Online. Isso não deve ser realizado até todos os mailboxes do ambiente on-premises serem migrados. Se fossemos colocar a seqüência dos fatos, seria a seguinte:

1 – Sincronizar o serviço de diretorios;

2 – Estabelecer o ambiente de coexistência;

3 – Migrar todos os mailboxes para o Exchange Online;

4 – Remover os maiboxes ou remover o foward para o Exchange Online.

image

Figura 21: Opções disponiveis para o mailbox migrado.

Caso todos os mailboxes já tenham sido migrados, podemos deletar o mesmo, conforme abaixo:

image

Figura 22: Tela de deleção de mailbox.

Clique em Next.

image

Figura 23: Tela de revisão para deleção do mailbox.

Caso seja o mailbox correto para deleção, clique em Next.

image

Figura 24: Mailbox deletado com sucesso.

Com isso, o processo de migração dos mailboxes para o Exchange Online está concluído.

 

O que acontece com o mailbox que foi migrado para a nuvem, antes dele ser deletado?

Após a migração, basicamente o que acontece com um mailbox, após ele ser movido para a nuvem é o seguinte: um contato é criado, apontando para o endereço de usuário “fulano@dominio.microsoftonline.com”, ficará oculto na GAL do Exchange on-premises.

Figura 25: Contato criado pela ferramenta de migração.

Figura 26: Propriedades do contato – oculto na GAL.

Figura 27: Endereço de e-mail do contato.

Conseqüêntemente, os e-mails do mailbox on-premises serão encaminhados para o contato que foi criado.

Figura 28: Mailbox on-premises, que já foi migrado para o Exchange Online.

Figura 29: Opções de entrega no mailbox on-premises.

Figura 30: Opção de entrega no mailbox on-premises, dizendo que os e-mails, agora, serão encaminhados para o mailbox que está no Exchange Online.

Dessa forma, os e-mails que são encaminhados on-premises serão encaminhados para o mailbox que está na nuvem. Da mesma forma, os e-mails que são enviados da nuvem para um mailbox on-premises, é utilizada a resolução de MX (vale lembrar que o MX, em um ambiente de coexistência, é apontado para o ambiente on-premises, não para a nuvem) para o domínio on-premises, já que esse mailbox não está na nuvem.

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: