Case BPOS–Grupo Confidence troca Software Livre pela plataforma Microsoft

 

São Carlos (que pé d’água tomei no lombo ontem) Segue mais um case BPOS interessante.

Grupo Confidence troca software livre por plataforma Microsoft

Para José de Carvalho Júnior, CIO da companhia, sistemas anteriores não atendiam mais à demanda de crescimento da empresa

Por seis anos o Grupo Confidence, um dos maiores da área de câmbio no País, conviveu com softwares livres em seu dia a dia. E-mail e comunicador interno rodavam em uma infraestrutura própria. Mas, na medida em que a companhia cresceu, os problemas começaram a surgir. De acordo com o CIO do grupo, José de Carvalho Júnior, havia um desgaste muito grande e uso intenso da equipe de suporte. “Tinha muita ocorrência e gerava insegurança”, completa.

Diante do desafio, em 2009, quando se observou um pico de crescimento na empresa e o software livre já não atendia às necessidades, o executivo passou a avaliar outras soluções. Google e Microsoft foram os fornecedores mais bem cotados. As plataformas Google Apps e Productivity Online Standard Suite (BPOS) tinham, na análise do CIO, as mesmas funcionalidades. “Mas o que mais pesou foi a interface de e-mail”, lembra. “A da BPOS é muito parecida com a do Outlook e a resistência à mudança foi menor”, completa, justificando a migração para a solução da fabricante do Windows.

A contratação da Microsoft ocorreu em novembro de 2010 e, em um mês, 800 contas de e-mail estavam migradas. O comunicador levou outros 30 dias. Esse processo incluiu o cadastramento dos usuário no Active Directory para a transferência dos dados. “Para a migração do e-mail, basicamente, carregamos as caixas em nuvem. Como a ferramenta faz boa parta da migração em paralelo, até tivemos alguns problemas pontuais, mas tudo acontecia em ambiente externo e com suporte. O atendimento era muito rápido”, comenta. No caso do comunicador, o processo foi bem mais simples, ressaltou o executivo.

Além dos ganhos em processo, suporte e disponibilidade da ferramenta, Júnior acredita que o maior benefício foi em termos de segurança para envio e recebimento de mensagens. Antes, tudo era interno, desde a segurança até o suporte técnico e, hoje, quase não se tem reclamações desses serviços. “Tivemos uma redução de 90% nos chamados para o help desk por falta de acesso a e-mail ou não envio de mensagem.” Trata-se de uma boa redução se levar em consideração que entre 40% e 50% das ligações para o suporte estavam relacionadas com esses produtos.

Quando se fala em migrar de software livre para proprietário, uma questão que se levanta rapidamente é a do custo e ele realmente ficou maior. O Grupo Confidence fechou um contrato de três anos com a Microsoft no valor de US$ 300 mil, mas o CIO justifica dizendo que, junto com e-mail e comunicador, ganhou todo o ambiente desktop com Windows e Office. E a plataforma BPOS traz, também, o SharePoint para colaboração, que já é usado no departamento de tecnologia e será levado a outras áreas da empresa.

Atualmente, a companhia já tem 900 usuários na plataforma e a perspectiva é de crescimento. O ROI é composto por diversos pontos, entre eles custo de manutenção, redução de chamados no help desk e andamento dos processos nas áreas de negócio. O SLA acordado com a fabricante para a plataforma online é de 99,9%. “Desde que passamos a usar a BPOS, teve uma vez que precisamos acionar a Microsoft. Ou seja, foram de dez a 15 minutos de instabilidade em um ano”, comemora a estabilidade atingida.

Fonte:http://informationweek.itweb.com.br/5070/grupo-confidence-troca-software-livre-por-plataforma-microsoft/

Abraços,

Carlos Monteiro.

Tags: , ,

Uma resposta to “Case BPOS–Grupo Confidence troca Software Livre pela plataforma Microsoft”

  1. Fabiano Moura Says:

    Ótimo artigo!
    Só queria deixar um pequeno comentário. Na minha opinião, o fato de trocar sistemas de software livre por proprietário não quer dizer que irá resolver o problema. O que eu vejo bastante, quando tenho oportunidades de conversar numa roda de amigos de TI e que vejo bastante em grupos de discussão, é que muitos profissionais não estão preparados e não conhecem a ferramenta que trabalha, alegando que ferramenta X não presta ou não atende mais os requisitos.
    Quando se fala de uma troca de sistema de software livre para proprietário, o que ajuda muito, é o fato de geralmente você contratar não só o produto e sim o suporte, o que pode ajudar e a mascarar a deficiência da área de TI da empresa.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: